Maceió: contratação milionária de software sob suspeita!


Secretário Felipe Mamede sem resposta

Fiscais de renda, empresas do setor e o sindicato da categoria procuraram a imprensa para alertar sobre a contratação de um software, feito pela secretaria de finanças da prefeitura de Maceió, para fazer a gestão de notas fiscais do município neste ano.

Segundo as denúncias, a compra, que irá totalizar 12 milhões, está sendo feita em um processo nem um pouco transparente, já que pode privilegiar uma empresa que supostamente doou os códigos fontes a prefeitura.

Para piorar, ainda segunda as denúncias, o processo seria feito dentro da secretaria, por dispensa de licitação. Os fiscais pleiteiam a participação, como fiscalizadores, no processo, mas não vem encontrando respostas por parte do gestor da pasta, o secretário Felipe Mamede.

Nos bastidores, alguns denunciantes explicam que o processo é muito estranho, e citam um ex-secretário como parte “muito” interessada na aquisição. Com a palavra, o secretário Felipe Mamede.