“Nos Acréscimos” a sua coluna do melhor giro esportivo de AL


 

Uma situação inusitada aconteceu no Estádio Mané Garrincha, durante o clássico Flamengo e Vasco em Brasília no dia 15 do mês passado. Atletas das duas equipes empurrando uma ambulância quando entrou no gramado para socorrer o vascaíno Bruno Silva, desmaiado depois de bater a cabeça com seu próprio companheiro de equipe, Luiz Gustavo. Com casa cheia, o clássico que terminou em 1 x 1, foi acompanhado por 54.538 pagantes, e gerou uma receita de R$ 2.902.950. 

Arrependimento Nesta sexta-feira nas redes sociais, o atacante do Cruzeiro, Thiago Neves publicou vídeo pedindo desculpas à torcida do Atlético-MG e se justificando com a do Corinthians pelo vídeo que publicou na véspera da decisão (quarta) no Instagram, provocando os dois times durante a comemoração pelo 6º título do Cruzeiro na Copa do Brasil.

Destaque Líder do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras tem a melhor eficiência quando o assunto é gol de bola parada. Com 12 gols em 77 tentativas, o clube paulista tem 15,58% de aproveitamento. Outros dois times que brigam pela liderança figuram no topo do ranking de aproveitamento nas bolas paradas: Internacional e Flamengo.

Lá de baixo! A Chapecoense, apesar de estar no Z-4, é o segundo melhor time nas bolas paradas. São 13 gols em 89 conclusões. Com a mesma quantidade de bolas na rede, o Inter fecha o pódio com 13,98% de eficiência. O uruguaio Nico López é o nome de maior destaque no time, com dois gols de pênalti e uma assistência de escanteio para Rodrigo Dourado.

Centenário  Na quinta-feira, a capital cearense ficou tomada pelas cores vermelho, azul e branco em alusão ao centenário do Fortaleza Esporte Clube. Com monumentos históricos iluminados, queima de fogos em diversos pontos da cidade e uma programação especial para os torcedores, o comandante da equipe, Rogério Ceni, não ficou de fora da festa. Ao lado do cantor Raimundo Fagner e do presidente Marcelo Paz, o treinador agradeceu a oportunidade de dirigir o Tricolor neste ano tão especial.

Exagerado! “O Fortaleza é uma nação. Eu ainda não tinha trabalhado fora do São Paulo. Praticamente, em toda a minha carreira, passei 25 anos num clube só. Sinto-me muito honrado de poder ter escolhido aqui, ter ficado o ano inteiro e espero concluir o sonho de vocês, que é colocar o Fortaleza na Série A” declarou Rogério Ceni, que ouvi gritos de “Campeão da Série B”.

Verde e amarelo Na quinta-feira desta semana em Buenos Aires, o Brasil encerrou sua partição nos Jogos Olímpicos da Juventude, com uma medalha especial. Na estreia do Futsal em programas olímpicos – nesse caso para atletas até 18 anos -, o País faturou o primeiro lugar ao vencer a Rússia na final por 4 a 1. Rei do Futsal, Falcão comemorou o feito e disse estar motivado com o possível ingresso da modalidade nos Jogos Adultos.

Tudo ou nada! Dado Cavalcanti mostrou otimismo ao ser apresentado oficialmente como novo técnico do Paraná Clube, nesta sexta-feira. Apesar de reconhecer o momento delicado que o time vive no Campeonato Brasileiro, ele apontou que quer fazer um “trabalho duplo” no comando da equipe. Seu teste de fogo será neste domingo, contra o Flamengo, em Curitiba na Vila Capanema. “Uma coisa é pensar no próximo ano, outra coisa é pensar nos próximos nove jogos”, disse.

Missão O treinador Dado Cavalcanti não quis se prender aos números negativos que o time vem acumulando na competição (15 jogos seguidos sem vencer e lanterna da competição). Ao contrário, Dado preferiu focar em conquistar logo uma vitória e usar a reta final da Série A para projetar 2019.

Duelo Em 2016, Levir Culpi, como técnico do Fluminense, e Marcelo Oliveira, à frente do Atlético-MG, se enfrentaram duas vezes. Neste domingo, às 16h, no Nilton Santos, os dois treinadores voltam a se encontrar no duelo entre cariocas e mineiros, mas agora em lados opostos. Afinal quem vencerá o confronto válido pela 30ª rodada do Brasileiro?

Histórico Para vencer fora de casa, o Atlético-MG tem a seu favor o histórico positivo do seu comandante em relação ao adversário: o técnico tricolor nunca venceu o colega. Levir Culpi e Marcelo Oliveira já se enfrentaram em 11 oportunidades, com sete vitórias de Levir e quatro empates.

Sonhador O Guarani/SP ainda alimenta esperanças de conseguir uma vaga na elite do futebol nacional em 2019. No momento, o clube campineiro está seis pontos de distância do CSA, quarto colocado no momento e que já jogou nesta rodada. A equipe se prepara para enfrentar o Boa Esporte, lanterna e praticamente rebaixado neste sábado à tarde, “na terra do ET”  Varginha/MG.

Comparativo Sobre a demissão do atacante Alemão,  do CSA, após discutir muito com o técnico Marcelo Cabo depois de ter sido substituído no intervalo do jogo CSA 1×2 Ponte Preta, aqui em Maceió, nosso historiador do futebol, Walter Luiz lembrou de um atacante que o CRB tinha em 1979,chamado de Touro. Pois a exemplo de Alemão, o Touro nunca fez um gol sequer com a camisa de seu clube aqui em Alagoas.

Relato “Alemão repete o que fez o centroavante Touro em 1979. Touro defendeu o CRB, ficou folclórico  por não ter feito um único gol com a camisa do Galo, tanto  no Alagoano como no Brasileiro. Fazia gols  apenas nos treinos da Pajuçara. Era uma atração à parte; todos iam ao estádio torcer pelo seu gol, mas nada,” lembra Walter.

Levantamento Walter Luiz relata que Alemão defendeu o CSA em 12 partidas nesta série B. Atuou  em cinco jogos durante os 90 minutos; em quatro começou jogando e foi substituído e em três começou no banco e entrou no transcorrer do jogo. “Dos 12 jogos que participou o CSA venceu três: contra Juventude, São Bento e Criciúma, os três no Rei Pelé, e por coincidência, Alemão jogou os 90 minutos nesses três jogos” disse.