Vereadores apertam Prefeitura  para explicar sumiço de mais de 14 milhões


Na sessão ordinária desta quarta-feira, os vereadores por Flexeiras/AL, André da Téo (PSB), Alison David (PR), Demeval (PP), e Adriano do Gata Maga (PPS), pediram uma Audiência Pública a Câmara, a fim de  solicitar ao poder Executivo, explicações sobre o destino de mais de 14 milhões de reais, depositados desde 2015, mas  que até o presente momento não houve  explicações para os servidores da Educação, cujos recursos fazem parte dos precatórios do Fundef.

Parlamentares esperam que agora seja tudo esclarecido

“O saldo ficou disponível na conta da Prefeitura desde 2015 e até agora ninguém sabe onde foi parar o tal dinheiro. Os profissionais da Educação esperam por todos esses anos explicações e já não aguentam ficar aguardando uma resposta. Os quatro vereadores já haviam dado entrada em requerimento solicitando um posicionamento da Prefeitura, sobretudo para que esclareça nós professores, o destino de todo esse dinheiro que faz parte dos precatórios” disse um professor, esperançoso para que esse caso seja esclarecido.

Os vereadores pedem que sejam  convidados para a Audiência Pública, todos os servidores da Educação, Ministério Público do Estado  de Alagoas – MPAL, Ministério Público de Contas – MPC, Ministério Público Federal – MPF, e o Tribunal de Contas do Estado da União, além dos Sindicatos que vêm acompanhando em alguns municípios de Alagoas, as discussões relacionadas aos precatórios do FUNDEF.

Enquanto isso vereadores, e os servidores da Educação do município de Flexeiras estão no aguardo para saber o dia da audiência pública, e o posicionamento da Prefeitura Municipal de Flexeiras.