AEROHONDA! Craque japonês é recebido por torcida do Botafogo no Galeão


A diretoria convocou e a torcida do Botafogo respondeu. Uma multidão alvinegra tomou conta do aeroporto do Galeão, na tarde desta sexta-feira, no Rio de Janeiro, para recepcionar o japonês Honda, principal reforço para 2020.

O jogador pintou no saguão do aeroporto às 16h40. Aproximadamente 2 mil torcedores estavam lá. Honda subiu em um suporte, acenou, e ergueu uma bandeira do Botafogo. Os alvinegros, munidos de muitas faixas e bandeiras, foram ao delírio e cantaram o hino do clube.

O primeiro contato, contudo, foi rápido, durou menos de cinco minutos. Havia muita gente e o temor de ocorrer algum tipo de confusão. Antes, crianças ficaram assustadas e foram levadas para um setor separado. Havia muitos jornalistas estrangeiros.

Honda não vestiu a camisa alvinegra, o que fará apenas neste sábado. Um ônibus esperava o japonês em frente ao portão e o levou para um hotel.

Neste sábado, em evento aberto ao torcedor, haverá a apresentação do japonês no estádio Nilton Santos. Para entrar, basta levar 1kg de alimento não perecível. Os portões abrem às 8h30. Haverá ainda amistoso do time sub-17 e shows de DJ Pelé e MC G15. A coletiva deve ocorrer às 11h40.

O Botafogo já tem até camisa especial para Honda. Trinta mil unidades serão vendidas. A primeira leva de 10 mil blusas começou a ser negociadas nesta sexta-feira.

No novo clube, o japonês receberá um salário fixo mensal e adicionais por metas alcançadas. Além disso, o meia ficará com 20% de toda a comercialização de marketing que o clube fizer com ele. Há também um bônus por jogos em que atuar.

Aos 33 anos, Honda traz no currículo passagens por grandes clubes na Europa, como Milan e CSKA, além da presença em três Copas do Mundo. Pela seleção, marcou 37 gols em 98 jogos. O último clube do japonês foi o Vitesse, da Holanda.