PREFEITO DE MARIBONDO – Justiça decreta prisão de Leopoldo Pedrosa por tráfico de cocaína


O prefeito de Maribondo Leopoldo César Amorim Pedrosa (PRB) deverá ser recolhido para o Sistema Carcerário de Alagoas. É um modo técnico para dizer que Pedrosa vai ver o ‘sol nascer quadrado’.

A decisão é da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça expedida nesta quarta-feira, 11. Segundo os autos do processo, “os componentes da Câmara, em unanimidade, cassaram medida liminar concedida em sede de plantão judicial”.

Pedrosa é suspeito de ter praticado um homicídio no ano de 2015, que vitimou o corretor de imóveis Gerson Gomes Vieira, que teve o corpo encontrado na zona rural de São Miguel dos Campos, no interior de Alagoas.

Em dezembro do ano passado, ele foi preso num bar na cidade de Arapiraca e, no momento, portava uma pistola calibre .380, sem registro.

No local foi encontrado quase 1kg de cocaína pura, avaliada em torno de R$ 50.000,00, além de vasto cadastro de eleitores. “Expeça-se mandado de prisão pelo BNPM, o qual deverá ser cumprido pelo juízo”, diz a decisão.

Enquanto isso, nos bastidores, foi informado ao A Notícia que Leopoldo, ao saber da decisão, já teria sumido do estado. O relator do processo é o desembargador Washington Luiz Damasceno de Freitas.