AGORA VAI? Conselheiro do Tribunal de Contas será julgado por improbidade administrativa


Imagem da internet

Nesta sexta-feira (13) o conselheiro do Tribunal de Contas Fernando Toledo será julgado, em ação civil de improbidade administrativa. A denúncia vem do Ministério Público de Alagoas, que acusa Toledo por um rombo de quase R$ 53 mil aos cofres públicos quando ele era prefeito de Cajueiro.

O conselheiro já foi condenado pelo ato de corrupção, em agosto de 2012, mas recorreu da decisão do juiz Geneir de Carvalho. Conforme denúncia do MP, ingressada em 2008, o ex-prefeito, teria fraudado duas licitações: para compra de material para o município e de um veículo para a prefeitura.

No primeiro caso, a venda foi feita por uma empresa que tinha como dono um laranja  funcionário de propriedade pertence ao próprio Toledo. E o veículo era do filho dele.

O ex-prefeito é pai do atual deputado estadual Bruno Toledo e marido de Lucila Toledo, ambos também são acusados pelo crime de improbidade administrativa.

Será que dessa vez a justiça é feita, ou será que Fernando Toledo conseguirá escapar? Este caso persiste por 12 anos. Alagoas anseia por justiça?