SEM AULA: Ufal suspende atividades acadêmicas por tempo indeterminado para evitar o contágio do coronavírus


Por decisão colegiada dos diretores de Unidades Acadêmicas e da gestão central da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em reunião realizada na tarde desta segunda-feira (16), as atividades acadêmicas da Ufal serão suspensas em todos os campi por tempo indeterminado como medida preventiva contra a pandemia do coronavírus.

O calendário acadêmico da instituição é unificado e todos os campi começariam hoje o novo semestre letivo. A iniciativa da Ufal acompanha medida análoga adotada por outras instituições de ensino superior de Alagoas e do Brasil, inclusive na região Nordeste.

Durante a reunião que decidiu pela suspensão das atividades acadêmicas, a médica infectologista do Hospital Universitário, Sura Amélia Félix, falou sobre a pandemia do Covid-19, apresentando um panorama dos casos e das medidas já adotadas pelo HU e pela a área de saúde no estado e no país.

No encontro, coordenado pelo reitor Josealdo Tonholo e pela vice-reitora Eliane Cavalcanti, foi apresentado o Plano de Contingência para o Covid-19 da Universidade, documento que define as linhas mestras de atuação da Ufal neste período.

O documento foi apresentado na reunião pelo pró-reitor de Gestão Institucional, Renato Miranda. O dirigente explanou sobre as diretrizes e medidas administrativas e acadêmicas a serem adotadas pela instituição, compondo o corpo de ações que devem ser implementadas nos próximos dias visando preservar a saúde e segurança dos servidores técnicos e docentes, estudantes e terceirizados.

Enquanto as atividades acadêmicas presenciais estão suspensas em todos os campi da capital e do interior, as atividades administrativas terão redução de presença, com os servidores trabalhando remoto de suas casas em alguns casos. As empresas terceirizadas contratadas pela Ufal terão também que apresentar um plano de contingência, segundo as especificidades dos serviços prestados.

O Restaurante Universitário (RU) irá fornecer alimentação apenas para os estudantes da Residência Universitária (RUA), que também deve ter maior controle no fluxo de visitantes.