PRAIAS VAZIAS – Pessoas são orientadas ao isolamento social; medida adota em combate ao coronavírus


O decreto estabelece a suspensão da frequência a barracas de praia, lagoa, rio e piscinas públicas ou quaisquer outros locais de uso coletivo e que permitam a aglomeração de pessoas

Foto: BPRv/AL

Há muito tempo não se via em Maceió, praias tão vazias. Em situação de emergência, o estado adotou medidas preventivas para evitar o avanço do novo vírus. Uma das restrições, formulada por meio de decreto, foi a frequência de banhistas nas praias, considerado um espaço de grande aglomeração de pessoas, fator contribuinte para o rápido contágio da doença.

Para garantir o cumprimento do decreto, policiais do Batalhão Rodoviário (BPRv) fazem rondas nas praias, rios e lagoas para orientas os banhistas que voltem para suas casas. Neste domingo, 22, a patrulha aconteceu no litoral sul e baixo São Francisco de Alagoas.

Foto: BPRv/AL

A fiscalização foi realizada em locais onde, normalmente, há grande aglomeração de pessoas, como Duas Barras, Lagoa Azeda, Miaí, Pontal do Peba, Poxim e Lagoa do Pau, nos municípios de Feliz Deserto, Coruripe e Piaçabuçu.

Em alguns deles, os militares encontraram pequenas aglomerações de pessoas. Eles orientaram sobre o isolamento, os riscos que elas corriam saindo de casa e recomendaram que voltassem para suas residências.

Na maioria dos pontos visitados, foi constatado que as pessoas estão seguindo as medidas e permanecendo em isolamento.