PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS – Estão suspensas as visitas aos pacientes internados no HGE


A partir desta quinta-feira (26), o estado de saúde dos pacientes passará a ser divulgado por boletins, através do telefone 3315-7352 ou 3315-7397

Foto: Carla Cleto/Agência Alagoas

Pensando na assistência aos pacientes internados e no cuidado aos profissionais, a Gerência do Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, suspendeu as visitas em todas as áreas da unidade. A medida, que passa a vigorar a partir desta quinta-feira (26) e permanece por tempo indeterminado, foi tomada por meio da Portaria 7/2020, que anuncia as novas ações de prevenção contra o novo coronavírus.

Para informações sobre o estado de saúde dos pacientes, o Núcleo de Informação Hospitalar irá emitir boletins, estritamente pelo telefone 3315-7352. Sobre os pacientes internados nas áreas Vermelha Trauma, Vermelha Clínica e Recuperação Pós Anestésica (RPA), o Serviço Social está encaminhando um mapa com as informações.

Já quanto aos pacientes internos na área Amarela, Unidade de Dor Torácica (UDT), Unidade de Acidente Vascular Cerebral (UAVC) e Unidade de Terapia Intensiva (UTI), estão sendo emitidos boletins médicos a partir das 16h. As informações sobre pacientes internados na área Verde e nas alas A, B, C, D, E, F e G serão disponibilizadas aos familiares por meio do Serviço Social, através do telefone 3315-7397, em horário comercial.

Acompanhantes

A Portaria estabelece que será mantido o acesso de acompanhantes dentro dos critérios legais, nos casos de pacientes menores de 16 anos ou acima de 60 anos. Além disso, a troca de acompanhantes ocorrerá em apenas um período, das 7h às 11h da manhã.

Ainda de acordo com a Gerência do HGE, acompanhantes com mais de 60 anos não poderão entrar na unidade. As gestantes e pessoas que apresentem quadro de síndrome viral também ficam proibidas de ingressar no hospital para acompanhar pacientes internados.

Outras medidas

Também estão suspensas as visitas de grupos religiosos, com exceção do sacramento da unção dos enfermos. Entretanto, nestes casos, o religioso deverá fazer uso de máscara cirúrgica e realizar a higienização das mãos, antes e depois do contato com o paciente.

Os estágios acadêmicos ficarão restritos e o acesso só será liberado a estudantes do penúltimo e último ano de seus respectivos cursos. Lembrando que cada instituição de ensino fará as suas determinações e deverá disponibilizar os EPIs dos seus alunos, conforme convênio celebrado junto à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Todos os profissionais deverão entrar na unidade hospitalar sem adornos, relógios, joias, entre outros objetos, respeitando a orientação de adorno zero. Os trabalhadores deverão evitar o deslocamento entre as áreas assistencial e administrativa, devendo permanecer em sua área de atuação.

O uso racional dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) deve ser obedecido, em conformidade com os protocolos clínicos definidos pelo hospital, assim como a rigorosa higienização das mãos.

“Estamos pensando na saúde dos pacientes, seus familiares e nossos profissionais. Neste momento precisamos ter serenidade e entender que só conseguiremos vencer o novo coronavírus juntos. Todas as medidas estão sendo estudadas de forma criteriosa por nossa equipe. Pedimos que os familiares dos pacientes se unam a nós nesta luta contra a Covid-19”, ressaltou o gerente do HGE, o médico Paulo Teixeira.

Agência Alagoas