REAJUSTE –  Gasolina cai 36% na refinaria e só 8% em postos de Alagoas


Mesmo com queda nos preços, o consumo do combustível diminuiu devido ao período de quarentena

Imagem da Internet

Nas últimas semanas houve uma grande queda no consumo de vários produtos, devido ao isolamento social decretado como medida preventiva na disseminação do novo coronavírus. Entre eles, a gasolina. Mesmo com a diminuição do preço, o consumo do combustível caiu cerca de 50% nas últimas duas semanas em todo o país.

Em Alagoas, no entanto, a queda no valor do produto só começou a ser repassada para o consumidor a partir desta semana. E ainda assim, em ritmo muito lento. O preço nas bombas de Maceió caiu menos de 10% na maioria dos postos pesquisados.

A redução acumulada de preços do combustível, entre os dias 1º de março e 1º de abril deste ano, passa dos 36% no valor do combustível entregue no Porto de Maceió.

De acordo com levantamento da ANP feito nos postos de combustíveis da capital alagoana, o preço médio da gasolina na semana de 22 a 28 de março era de R$ 4,590 litro, praticamente o mesmo valor da primeira semana do mesmo mês (R$ 4,597).

Um levantamento realizado em alguns postos de combustíveis de Maceió, mostra que a partir do final de semana os preços começaram a ser reduzidos e até esta quinta-feira, 2, a noite, tinham recuado para cerca de R$ 4,08 em locais que costumam comercializar o combustível com valores mais competitivos.

Nos postos pesquisados, nos bairros do Centro, Poço e Mangabeiras a redução média foi de menos de 8%. Há uma semana, nesses mesmos locais, o preço médio era de R$ 4,39.

Redução nas refinarias

No último dia 19 de março, a Petrobras informou uma nova redução no preço dos combustíveis: “A Petrobras informa que reajustou os preços em suas refinarias do óleo diesel em -7,5% e da gasolina em -12%, a partir de hoje. A companhia comunica que também reduziu o preço do GLP em 5%, a partir de hoje. Com isso, no acumulado do ano, a redução de preço de óleo diesel é de 29,1%, de gasolina é de 30,1% e de GLP é de 7,9%”, disse a empresa em comunicado ao mercado.

Os preços do combustível, no entanto, continuaram caindo. A redução no preço da gasolina A – sem mistura de etanol e sem tributos – ETM (Entrega no Tanque de Destino Marítimo) entregue pela Petrobras chegou a 36% se comparado apenas os valores de entrega de 1o de março (R$ 1.620,90) e 1o de abril (R$ 1.021,60) por m3 (equivalente a mil litros).

A queda foi sucessiva nas outras entregas realizadas durante o mês de março nos dias 13 (R$ 1.460,90) 19 (R$ 1.278,90), 25 (R$ 1.078,20) e 28.( R$ 1.021,60) sem repasse para os consumidores.