Secretário de Saúde de Jundiá/AL assume Presidência do Cosems/AL  


A presidente do Cosems/AL, Izabelle Pereira (gestão 2019-2021) transmitiu nesta quinta-feira o cargo ao vice-presidente da entidade Rodrigo Buarque, uma vez que a partir de agora vai assumir outros desafios que demandam a mesma exclusividade de trabalho que dedicava à entidade. Izabelle afirmou que comandar a pasta foi um dos maiores desafios de sua vida e que o Cosems foi uma escola de aprendizado sobre a construção de políticas públicas e de luta junto a instituições das três esferas de governo em prol do fortalecimento do SUS

“Tive a oportunidade de aprender com grandes seres humanos e profissionais renomados da área do Estado. Conheci de perto a expertise de grandes técnicos que estão no nosso país travando lutas para construir políticas que melhorem a vida do cidadão. Saio do Cosems/AL com o sentimento de ter cumprido uma missão e asseguro que vou continuar contribuindo para um SUS mais justo e desejo ao presidente Rodrigo Buarque que sua passagem contribua para a melhoria da vida da população alagoana”, destacou Izabelle.

A ex-presidente ressalta ainda que deixa o Cosems/AL sólido financeiramente e com R$ 184 mil de recursos em caixa. Izabelle agradeceu aos secretários municipais de Saúde pelo apoio e a equipe técnica do Cosems/AL pela assessoria, bem como a secretária executiva Sylvana Medeiros, a quem  chamou de professora e amiga. “Vou sentir falta do dinamismo das discussões diárias com secretários e Cosems/AL, mas saio com uma bagagem maior sobre saúde pública”, finalizou.

Rodrigo Buarque destacou o desafio de presidir a instituição pontuando que há seis anos atuou no Cosems/AL como Conselheiro Fiscal, Diretor Financeiro e há 2 anos e oito meses estava no cargo de vice-presidente. Contabilista com 13 anos de formação e 20 e vida pública, ele conta que em 2009 foi coordenador financeiro e coordenador de saúde, é atualmente secretário de saúde de Jundiá/AL. Para Rodrigo, trabalhar no SUS é gratificante e um sacerdócio para quem faz dele uma missão de vida.

“Defender o SUS com suas demandas diárias tem sido parte do meu cotidiano e faço isso com paixão, pois 90% dos usuários dependem dele e queremos dar o nosso melhor. Portanto, nosso dever é arregaçar as mangas para propiciar assistência de qualidade, sobretudo na AB, que é a porta de entrada do SUS. Assumo o compromisso de fazer ainda mais pelo Sertão e Região Norte sem excluir as outras regiões, mas destaco que estas precisam de mais de atenção”, salientou o novo presidente do Cosems.

De acordo com ele, o subfinanciamento é pauta que aflige todos os gestores, mas que a categoria tem se aprimorado na arte de fazer mais com menos já que a matemática do SUS não fecha, considerando que os municípios ainda aplicam mais recursos financeiros que os governos estadual e federal. “Mas esta luta é de muitos anos e vários guerreiros que passaram pelo Cosems continuam defendendo o sistema por acreditar que ele já deu certo”, reforçou Rodrigo, agradecendo a confiança nele depositada. “Sigamos avante sem retroceder da luta”, concluiu.

 

Texto: Mary Wanderley, Foto: Thiago Alcântara