INFLUENZA – Maceió supera meta e imuniza mais de 92% dos idosos


Em menos de 15 dias de campanha, mais de 74 mil idosos já foram vacinados na Capital; trabalhadores da saúde somam 63% dos imunizados

Foto: Pei Fon/Secom – Maceió

Iniciada no dia 23 de março, a Campanha de Vacinação contra a Influenza já imunizou 92,24% dos idosos em Maceió, o que equivale a mais de 74 mil usuários deste público vacinados. Os dados são da Gerência de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e foram alcançados no início da tarde desta sexta-feira (3).

De acordo com o secretário José Thomaz Nonô, os números foram alcançados em poucos dias devido a estratégias adotadas e empenho dos servidores. “Este ano, além da vacinação nas nossas unidades de saúde, também vacinamos em escolas e estacionamento dos shoppings, com o objetivo de evitar aglomerações e diminuir as chances de contaminação por coronavírus neste público. O sistema drive-thru foi um sucesso absoluto e os resultados não seriam possíveis sem os esforços dos nossos dedicados servidores”, destaca.

Além dos idosos, mais 63% dos trabalhadores da área da saúde também já foram imunizados. Estes profissionais estão sendo vacinados em seus locais de trabalho, mas, para aqueles que desejam procurar uma unidade de saúde, precisa comprovar o vínculo empregatício, por meio da apresentação de crachá, contracheque ou declaração da instituição em que trabalha.

Idosos acamados também estão sendo imunizados em casa, com o agendamento realizado na Gerência de Imunização da SMS pelo telefone 3312-5589 ou e-mail [email protected] Esta fase da campanha segue até dia 15 de abril nas unidades de saúde de Maceió.

A meta preconizada pelo Ministério da Saúde é de vacinar, pelo menos, 90% de cada público.

Fases da Campanha

Voltada para caminhoneiros, motoristas de transporte público, portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento e doentes crônicos, a segunda fase da campanha começa dia 16 de abril. Na etapa seguinte, que inicia dia 9 de maio, serão vacinados professores, crianças de seis meses a 5 anos, gestantes, puérperas, população indígena, adultos de 55 a 59 anos, população privada de liberdade e portadores de condições especiais. A intenção é imunizar, pelo menos, 90% de cada público-alvo

Pessoas que apresentarem sintomas respiratórios ou febre não deverão comparecer para a vacinação enquanto houver a presença desses sintomas, podendo ser vacinadas após a melhora da condição.

Ascom SMS