MAIS UMA ESPERANÇA – Medicamento antiparasita pode ‘matar’ coronavírus em 48h


Estudo realizado por pesquisadores australianos mostrou a eficácia laboratorial da Ivermectina contra a Covid-19; testes em humanos ainda não foram realizados

Foto: Reprodução/Universidade de Pittsburgh

Pesquisadores da Universidade Monash, em Melbourne, na Austrália, divulgaram, nesta sexta-feira (3), que o remédio antiparasita Ivermectina foi capaz de erradicar, em testes laboratoriais, o material genético do vírus causador da Covid-19 num período de 48h. A descoberta deu-se por meio de estudo colaborativo liderado pelo Monash Biomedicine Discovery Institute, em parceria com Peter Doherty Institute of Infection and Immunity.

Kylie Wagstaff, uma das responsáveis pelo estudo, ressaltou que os testes foram realizados in vitro e que ainda é preciso saber qual dosagem correta do antiparasita deve ser usada em humanos para curar por completo a infecção. “A Ivermectina é amplamente usada e é vista como uma droga segura. Nós precisamos descobrir agora se a dosagem que é possível de se utilizar em humanos será eficaz”, disse a pesquisadora.

O resultado do estudo levanta a possibilidade de a droga antiparasita agir como um antiviral útil no combate ao novo coronavírus. “Descobrimos que, mesmo uma dose única, poderia remover, essencialmente, todo o RNA viral no espaço de 48 horas, e que, mesmo num período de 24 horas, é possível haver uma redução verdadeiramente significativa”, afirmou Wagstaff. No entanto, ela deixou um aviso: “Realisticamente, demorará algum tempo para que uma vacina esteja amplamente disponível”.

O próximo passo é definir a dosagem correta para humanos para que o vírus seja afetado, mas com a garantia de segurança do paciente. Só a partir daí é que será possível iniciar os testes clínicos. Em paralelo, os pesquisadores também estão atuando para desvendar o mecanismo de ação da Ivermectina na inibição da replicação do coronavírus.

No mundo, estão sendo realizadas diversas pesquisas – como da ivermectina, cloroquina, favipiravir, entre outros – a fim de identificar possíveis tratamentos para infecções causadas pelo coronavírus. Porém, até o momento não há nenhum medicamento com eficácia comprovada ou aprovado para o tratamento do Covid-19.

Sobre a Ivermectina

Ivermectina é uma droga antiparasita tradicionalmente utilizada no combate a verminoses. Nos humanos é utilizada para tratamento da Oncocercose, Filariose, Ascaridíase, Escabiose, Pediculose e atualmente estão em pesquisa novas indicações. Na Medicina Veterinária é utilizada no tratamento de sarna sarcóptica, sarna demodécica, sarna otodécica, verminoses gastrointestinais e vermes do coração. Nos últimos anos, assim como outros agentes antiparasitários, a ivermectina demonstrou ter atividade antiviral in vitro, mostrando-se eficaz contra os vírus da dengue, da zika, do influenza e até mesmo do HIV.