CORONAVÍRUS – Gestora de UPA presta esclarecimentos sobre mortes


Dois óbitos por Covid-19 foram registradas na unidade do Trapiche entre o final de março e início de abril; exames só ficaram prontos após as mortes

Foto: Pei Fon/Secom Maceió

A diretora da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Trapiche, Drª Sandra Gico, prestou esclarecimentos à Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira, 06. A reunião virtual, que buscou esclarecer as circunstâncias da primeira morte por coronavírus no Estado, foi realizada a pedido dos deputados Davi Maia (DEM) e Cabo Bebeto (PSL) – presidente da CDH – e contou com a participação das deputadas Jó Pereira (MDB), Fátima Canuto (PRTB), Flávia Cavalcante (PRTB) e dos deputados Francisco Tenório (PMN) e Marcos Barbosa (Cidadania). Os parlamentares presentes na sessão questionaram as denúncias de negligência e buscaram entender o motivo que levou o paciente a permanecer na unidade.

Conforme a médica, na ocasião das mortes – registradas no dia 31 de março e no começo de abril – os leitos de isolamento nos hospitais de referência estavam totalmente ocupados. De acordo com relato da direção, não haviam leitos disponíveis em unidades especializadas para a transferência do paciente. Por isso, ele teve que permanecer na UPA entre os dias 26 a 30 de março, contrariando a recomendação máxima de até 24 horas. Ela frisou, no entanto, que agora o problema foi sanado, com a inauguração de leitos no Hospital da Mulher e no Hospital Veredas.

Outra informação confirmada na reunião é a de que somente os pacientes em estado grave são submetidos ao exame que identifica o vírus. Na opinião do deputado Davi Maia, isso pode indiciar uma subnotificação dos números da Covid-19 em Alagoas.

A diretora ressaltou a necessidade de que pacientes que precisam de cuidados de UTI sejam transferidos, até mesmo devido a ausência, por exemplo, de nutrição parenteral, necessária para a maioria dos internados nas Unidades de Terapia Intensiva.

Saúde

Na próxima quinta-feira, 9, a Comissão de Saúde reúne-se virtualmente com o secretário de Saúde do Estado, Alexandre Ayres.

Comunicação ALE-AL