MAIS INVESTIMENTO! –  Alagoas faz empréstimos de mais de R$ 1 bilhão


São três operações de crédito, sendo duas nacionais e uma internacional

Foto: Reprodução

O secretário da Fazenda, George Santoro, confirma novos contratos de empréstimo para o Estado de Alagoas. Ao todo são três operações de crédito, sendo duas nacionais e uma internacional. Duas já tiveram os contratos assinados e a outra deve ser concluída ainda na próxima semana.

Só no mês de abril, os empréstimos devem somar 1,16 bilhão. Segundo o secretário, os recursos serão utilizados principalmente em investimentos para garantir avanços no estado.

O estado, através da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ/AL) ainda vem negociando, desde meados de 2019, um empréstimo com a CAF, para mais apoio técnico e financeiro.

Os empréstimos

A maior operação em volume financeiro foi autorizada pelo Senado. Em votação no dia 25 de março passado, os senadores aprovaram o pedido do governo de Alagoas para receber empréstimo de US$ 136,2 milhões da Corporação Andina de Fomento (CAF).

O valor, convertido em reais pelo câmbio da última quinta-feira, 9, corresponde a mais de R$ 690 milhões.

A expectativa é que o contrato dessa operação seja assinado até o final da próxima semana, segundo a Secretaria da Fazenda de Alagoas.

As outras duas operações estão em fase mais avançada. No Diário Oficial dessa quinta-feira, 9, foram publicados os extratos de dois contratos de “financiamento mediante abertura de crédito” entre o Estado de Alagoas e dois bancos públicos, o do Brasil e a Caixa.

“O Financiador (BB) abre ao Financiado, por meio deste contrato, e este aceita, um crédito fixo no valor de até R$ 300.000.000,00 (trezentos milhões de reais), a ser provido com recursos próprios do Financiador.”, revel trecho do extrato do contrato com o Banco do Brasil.

“No presente Contrato a Caixa concede ao Tomador financiamento no valor de R$ 177.000.000,00 (cento e setenta e sete milhões de reais), proveniente de recursos ordinários da Caixa, com a finalidade única e exclusiva de financiar as Despesas de Capital previstas na Legislação Orçamentária do ano de 2020 e dos exercícios financeiros subsequentes e suas suplementações”, revela trecho do extrato do contrato com a Caixa.

Retomada

Os empréstimos de mais de R$ 1,16 bilhão deverão ser usados deverão ser usados, principalmente, em investimentos de infraestrutura – especialmente em obras rodoviárias e de saneamento, o secretário da Fazenda.

George Santoro, avalia que os empréstimos “vão ajudar demais na retomada da economia em Alagoas”. A declaração do secretário traz em si uma outra afirmativa: a economia de Alagoas sofre os abalos da crise mundial provocada pelo novo coronavírus.

Outra dedução que pode ser feita é o caminho escolhido pelo governo. Ao que parece Renan Filho vai apostar em investimentos públicos como alternativa de reaquecimento da nossa economia.