MATA POBRE! MATA RICO! – Empresário Elpídio Martins é mais uma vítima do Covid-19 em Pernambuco


A história de Martins Filho está diretamente relacionada à criação de oportunidades de negócio de pequenos e microempreendedores

Foto: Divulgação

Faleceu na manhã desta quarta-feira (15), aos 74 anos, o empresário e empreendedor Elpídio Martins Filho, criador da Engefrio e da rede de concessionárias Honda. O empresário foi diagnosticado com o novo coronavírus e lutava há 17 dias pela vida, na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Português, em Recife.

Impossível medir a dor da família, que não perdia a esperança até receber o comunicado médico. André Almeida, diretor da empresa, declarou que “Dr. Elpídio era como um pai para mim e toda nossa equipe de trabalho. Dono de um carisma incomparável e cheio de energia. Ele nos deixa cedo demais”.

Pernambucano, Elpídio liderava pessoalmente os negócios das empresas de gestão familiar. Fundou a Engefrio, empresa que se tornou referência no setor de varejo por vender equipamentos de preparação de alimentos estimulando a criação de milhares de pequenos negócios.

Martins Filho também tinha outro negócio que ajudava pequenos empreendedores. Vendia suprimentos para instalação de sistemas de ar-condicionado, viabilizando as atividades de micro e pequenas empresas que atuam no segmento de refrigeração de ambientes. O terceiro negócio do empresário era a revenda Autoline Honda.

Um outro negócio do grupo foi na verdade o início dos negócios do empresário. Ele era revendedor da japonesa Hitachi para o segmento de climatização. Uma das marcas da empresa era de apenas vender os equipamentos sem entrar no setor de climatização.

A lógica de Martins era de que o seu negócio era vender os artigos que outras empresas precisavam para fazer o seu negócio. Costumava dizer que não fazia sentido prestar serviços de climatização, pois o seu negócio não podia concorrer com o do cliente.