SAÚDE – Central de Triagem é aberta e começa a atender pacientes com sintomas de gripe


Unidade de Urgência para Síndromes Gripais foi entregue nesta terça-feira (14) e já está em funcionamento no Ginásio do Sesi, a poucos metros do HGE

Foto: Thiago Sampaio

Já está em funcionamento a Unidade de Urgência para Síndromes Gripais do Hospital Geral do Estado (HGE), localizada no Ginásio do Sesi, no Trapiche, em Maceió. O equipamento foi entregue na manhã desta terça-feira (14) pelo secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres. Com a iniciativa do Governo de Alagoas, o HGE vai direcionar o fluxo de pacientes que chegarem com sintomas gripais, evitando que pessoas com suspeitas do novo coronavírus sejam transmissoras do vírus para os pacientes que estão internados na unidade.

A estrutura tem 10 consultórios, 04 salas de coleta e 16 poltronas de medicação. Atuarão nela 114 profissionais, entre médicos, técnicos de enfermagem, enfermeiros, farmacêutico e administrativo. A Unidade de Urgência para Síndromes Gripais do HGE funcionará 24h, sete dias por semana.

Por mês, o Hospital Geral do Estado atende, em média, 600 pessoas. Metade dos que chegam à área de urgência do HGE apresenta alguma síndrome gripal, segundo o secretário da Saúde. Com a nova estrutura, também chamada de Centro de Triagem, o HGE mantém a prioridade dos atendimentos de emergência e protege seus profissionais de saúde, que trabalham com outras demandas, a exemplo de cuidados e tratamentos referentes a traumas.

“O governo está atuando para cuidar tanto de profissionais de saúde, quanto de pacientes que estão no HGE ou chegam lá. Não é interessante que um paciente que esteja sendo atendido com algum trauma tenha que correr o risco de ser infectado pelo novo coronavírus. Por isso a importância de termos este Centro de Triagem promovendo um novo fluxo às pessoas com síndromes gripais”, avalia o secretário Alexandre Ayres.

 “Quando os pacientes chegarem aqui, serão muito bem atendidos pelas equipes de médicos e enfermeiros. Em caso de suspeita do novo coronavírus, a amostra é coletada, encaminhada para análise no Laboratório Central de Alagoas [Lacen-AL] e é recomendado o isolamento domiciliar do paciente, até que o resultado do exame seja de conhecimento dele, ou é feito o encaminhamento à unidade de referência para tratamento”, explica Alexandre Ayres.

Foto: Thiago Sampaio

Fluxo

Caso alguma pessoa esteja com sintomas de gripe, permanece a indicação de que o paciente procure atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde ou nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Maceió ou de outros municípios.

“Isso é de extrema importância para a manutenção dos nossos serviços de referência e proteção dos nossos pacientes e profissionais de saúde”, explica o gerente do HGE, Paulo Teixeira. “Mesmo no período de pandemia da Covid-19, continuamos com as cirurgias, acolhendo hipertensos, diabéticos, vítimas de traumas, bem como infartados e acometidos por AVC [Acidente Vascular Cerebral]. Então esse público, que tem sido maioria, continua buscando os nossos cuidados de emergência a qualquer momento, e não pode se deparar com uma pessoa sintomática do novo coronavírus”, explicou.

Parceria

Para que a Unidade de Urgência para Síndromes Gripais do HGE fosse construída, foi firmada uma parceria entre o Estado, a Braskem e a Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA). “Essa parceria chega para se somar aos esforços diários da Sesau e do Governo de Alagoas. Tanto a Braskem quanto a FIEA demonstraram muito interesse em contribuir com a construção da Central de Triagem no Ginásio do Sesi. É uma demonstração de que estamos imbuídos no mesmo propósito: o de achatar essa curva epidemiológica e reestruturar a rede hospitalar estadual”, disse o secretário.

 

Agência Alagoas