COVID-19 – Governador decreta calamidade pública em Alagoas


Decisão visa facilitar a adoção de medidas emergenciais de combate ao novo coronavírus e foi publicada no Diário Oficial dessa quinta-feira (16)

No intuito de garantir a preservação do bem-estar da população e das atividades econômicas em Alagoas, o governador Renan Filho decretou estado de calamidade pública em todo o território estadual em virtude da pandemia do novo coronavírus, que causa a doença Covid-19.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) nessa quinta-feira, 16 de abril, e visa assegurar a adoção imediata das medidas necessárias para combater situações emergenciais, levando em consideração a Declaração de Emergência em Saúde Pública declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 30 de janeiro deste ano.

Com a publicação, órgãos estaduais estão autorizados a trabalhar em conjunto com os municípios e apoiar as ações essenciais no combate ao novo vírus, tais como a aquisição de insumos e equipamentos de forma emergencial, sem a necessidade da realização do processo licitatório que demanda tempo. Para acessar o decreto na íntegra, clique aqui.

Em 11 de março de 2020, a OMS classificou a situação que afeta vários países do mundo como uma pandemia e, desde então, as autoridades de saúde estabeleceram o isolamento social como medida primordial para o enfrentamento à Covid-19. Alagoas seguiu as recomendações e está em estado de quarentena até o dia 20 de abril para estabelecimentos comerciais e serviço público e até o dia 30 de abril para escolas públicas e privadas.

Boletim

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informou, nessa quinta-feira (16), que Alagoas tem 89 casos confirmados da Covid-19 e cinco óbitos. Os dados constam no Boletim Epidemiológico 41, que aponta 291 casos em investigação e 841 já descartados.

Agência Alagoas