Em Mata Grande/AL, em meio a essa crise, Sindicato é criticado por reivindicar vantagens salariais


​“Parecendo não entender a dificuldade que as Prefeituras do Brasil estão vivenciando por causa da Pandemia do Coronavírus com constantes quedas de arrecadação e todo o efetivo disponibilizado para combater a Covid-19, a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Mata Grande/AL, Jane Cleide Carvalho de Jesus, protocolou ofício junto à Câmara Municipal solicitando a interseção da instituição Legislativa junto ao Executivo para a adequação e acréscimo de 100% nos valores do adicional de insalubridade para os profissionais da saúde do município”, a informação é de um nosso leitor.

​Disse que o parecer da Câmara ainda não foi emitido, mas, mesmo com todo o merecimento dos profissionais que estão diariamente se dedicando ao combate e à prevenção do Covid-19, devem ser ressaltadas e levadas em consideração todas as dificuldades que os administradores da cidade – como em todas as cidades brasileiras – estão enfrentando para manter em dia as Folhas de Pagamento e demais compromissos inerentes à gestão pública para que a população não venha a sofrer um impacto ainda maior diante da situação que se apresentou de forma brusca interrompendo o andamento dos trabalhos.

​Ele ressalta que o Sindicato, mesmo cumprindo a sua função de lutar pelos direitos dos servidores, não considerou as dificuldades que o município atravessa, o que, certamente, levará o parecer dos vereadores, por razões justificáveis pelo menos neste momento, a ser negativo à proposta apresentada.

​“Diga-se de passagem que a atual gestão de Mata Grande tem contemplado a classe com  melhorias salariais e tem mantido em dia os salários dos servidores que são a força que movimenta as cidades. ​Vamos aguardar os acontecimentos para divulgarmos o resultado, esperando que o município não amplie ainda mais o colapso causado pelo surgimento do Coronavírus que acabou pegando o mundo inteiro de surpresa”, disse nosso leitor, dando conta de que Mata Grande (sertão) é um dos raros municípios alagoanos que até agora (ontem segunda-feira,25) não apresentou um caso sequer de pessoas contaminadas pelo coronavirus.