INTRIGAS – Comandante diz que major mentiu ao Conseg somente para difamar a PM


Comandante-geral divulga ações preventivas referentes ao Coronavírus

O comandante-geral da Polícia Militar de Alagoas, coronel Marcos Sampaio, disparou, não literalmente, contra o major Mário César Monte de Arruda Falcão Júnior. Segundo Sampaio, Júnior mentiu ao Conselho Estadual de Segurança Pública (Conseg) ao levantar suspeitas contra o major Walder Lira Nunes.

Nunes é acusado de usar método fraudulento para conquistar uma promoção. Um dos agravantes é que o documento que comprovaria a fraude sumiu misteriosamente. A situação fica mais complicada pelo fato de Nunes ser amigo próximo do comandante Marcos Sampaio. Porém, o Conseg deu apoio ao denunciante.

“O comandante foi totalmente infeliz ao empregar expressões tais como “o Major QOC PM Mário César Monte de Arruda Falcão Júnior faltou com a verdade perante o Conseg, Polícia Militar de Alagoas e sociedade alagoana, levantando suspeitas infundadas que visam tão somente denegrir a imagem da Corporação”, destacou despacho do conselheiro e relator do processo Fábio Ferrário.

A suposta fraude está sendo apurada pelo Conselho, que determinou mais transparência em processos administrativos para promoções de cargos.