Silvio Camelo apresenta requerimento solicitando autonomia para  Porto de Maceió


O líder do Governo na Assembleia Legislativa de Alagoas, deputado Silvio Camelo (PV), deu entrada de um requerimento no Protocolo da ALE, para após leitura e aprovação pelo Plenário, seja encaminhado ao ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, solicitando autonomia administrativa e financeira para a gestão do Porto de Maceió.

Em pronunciamento, o parlamentar afirmou que providências para que isso ocorra já estão sendo tomadas pela Agência Nacional de Transporte Aquaviários, Companhia Docas do Rio Grande do Norte e pelo Conselho de Administração. Segundo o deputado Silvio Camelo, o Porto de Maceió tem relevante importância na real conjuntura alagoana, sendo imprescindível permanecer com toda sua autonomia, caso contrário, será um retrocesso para o Estado de Alagoas.

“Os alagoanos não podem ficar de braços cruzados, esperando que uma situação favorável à permanência da gestão do Porto caia do Céu. Nessa hora, todos devem estar unidos, independente de partido, de desejos ou interesses pessoais. Caso essa mudança ocorra mesmo, estamos prevendo desemprego e a perda de nossa autonomia  é muito prejudicial ao Estado de Alagoas”, destacou o parlamentar.

A preocupação do deputado prende-se ao fato de que os organismos federais já trabalham no sentido de promover a mudança. Sobre essa situação, o Sindicato dos Portuários do Estado de Alagoas (Sindport/AL), em manifesto, “expressa à preocupação da categoria com a possível “departamentalização” pela companhia gestora da unidade alagoana, a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), que pretende extinguir a independência financeira ou formalizar o nível desta independência, assim como a institucional, à sede da companhia em Natal”.