Chaveiro do Gado ganha aval da Justiça para retornar a Presidência da Câmara


O juiz da Comarca de Major Izidoro, Dr. Lucas Carvalho Tenório de Albuquerque  atendendo uma ação judicial determinou na tarde desta segunda-feira, o retorno imediato do vereador Sálvio Alexandre da Silva, conhecido como Chaveiro do Gado ao cargo de presidente da Casa Legislativa daquele município. Isso pelo fato de na quarta-feira da semana passada, Chaveiro do Gado teria sido vítima de uma armação, conforme seu relato, por parte de sete vereadores que integram a oposição, quando esses articularam uma sessão extraordinária, e por não permitir e ter participado do encontro,  lhe destituíram do cargo de presidente da Câmara.

O curioso dessa história, é que o grupo liderado pelo pré-candidato ao governo municipal vereador Theobaldo Cintra, por inciativa própria fez uma sessão extraordinária (mesmo com a Câmara em recesso) pelo fato do vereador Chaveiro do Gado não ter admitido realizar uma sessão naquele mesmo dia como era exigência do G7. Pois fizeram a sessão e o vice-presidente da Casa, José Moraes, que também é oposição a prefeita Santana Mariano, estranhamente comandou os trabalhos, ocasião em que fizeram uma eleição e próprio José Moraes teria sido eleito para  presidir a partir de então a Casa Legislativa para o restante deste mandato.

Decisão:

“Diante do exposto, nos termos do art. 7º, III, da Lei nº 12.016/2009, DEFIRO o pedido liminar e SUSPENDO o ato de destituição do impetrante, com a determinação de seu retorno imediato à Presidência da Câmara de Vereadores de Major Izidoro/AL. 25. Intimem-se as autoridades coatoras, quanto ao teor desta decisão, para que promovam o seu imediato cumprimento, sob pena de incidência de multa diária no valor de R$ 1.000,00 (mil reais)” diz o trecho de abertura da decisão do juiz Lucas Carvalho Tenório.