O que é o PIX? Consultor financeiro César Karam explica nova modalidade de transferência bancária


Plataforma de serviço que promete substituir papel moeda já tem data para ser lançada; Especialista em finanças conta como usar o serviço com segurança

A nova maneira de transferir dinheiro já tem data marcada para acontecer:  nesta segunda-feira, 16 de novembro. Mas, apesar de ser um dos assuntos mais comentados no momento, ainda tem muita gente com dúvidas sobre o que é o PIX.

“Assim como TED e o DOC, o PIX não será um aplicativo, mas um sistema criado pelo Banco Central que vai fazer parte dos bancos e fintechs para transações financeiras”, explica o consultor financeiro César Karam. “A grande diferença para os demais serviços é a gratuidade e a agilidade que PIX vai agir, cerca de 30 segundos para o dinheiro ir de uma conta a outra”, complementa.

Karam está disponível para falar sobre o assunto e sobre outros temas relacionados à gestão financeira

Para o usar o PIX será necessário ter conta em alguma instituição financeira e ter uma chave de acesso (pode ser o número do telefone, e-mail, número do CPF, etc).

Os pagamentos e transferências vão usar do dinheiro em conta, diferente do cartão de crédito. O especialista, que possui CNPI (Certificado Nacional do Profissional de Investimento), alerta para um detalhe importante na hora de usar o PIX. “Os bancos estão oferecendo diversas ‘vantagens’ para que seus clientes façam o cadastro do PIX, e aumentar o limite do cheque especial é uma delas, mas atenção para não usar o dinheiro que você não tem e se comprometer em dívidas”, orienta.

Fotos: Arquivo pessoal
 Divulgação / MF Press Global
Para entrevistas e dúvidas eu respondo no whatsapp +351 939 895 966 / +55 21 999 989 695