A Coluna esportiva “Nos Acréscimos” tá arretada pra caramba neste final de semana!


Por Edmílson Texeira 

Nova profissãoO ano de 2021 vai marcar a estreia como técnico de uma figura para lá de emblemática no futebol brasileiro. Marcelinho Paraíba (foto abaixo)  que se aposentou nesta temporada, aos 45 anos, vai assumir o Treze, que foi o seu último clube como jogador. Em seu primeiro pronunciamento como comandante do time paraibano, o ex-meia se mostrou empolgado, falou rapidamente sobre o planejamento e afirmou que deseja contar com atletas de perfil semelhante ao dele: acima de tudo, vencedor.

PerformanceO  São Paulo finalmente fez todos os jogos que estavam atrasados no Brasileiro. Com 24 partidas disputadas e na liderança, com 50 pontos, a equipe comandada por Fernando Diniz tem números que superam as campanhas do histórico tricampeonato de 2006, 2007 e 2008 com Muricy Ramalho.

HistóricoO São Paulo de 2020 bate em pontos as equipes de 2006 e 2008 e tem só um ponto a menos do que a de 2007, considerando os mesmos 24 jogos. Em 2006, quando venceu o primeiro título da série, o São Paulo tinha 47 pontos e já era o líder do torneio. A pontuação atual é bem parecida com a de 2007 (51 pontos), quando venceu de forma disparada – com 15 pontos de vantagem sobre o Santos, vice.

VasculhadaEm processo de renovação na Seleção masculina de futebol, Tite (foto acima) e sua comissão técnica seguem de olho na agenda do Brasileiro. Neste fim de semana, os auxiliares do treinador vão a campo para assistir de perto o clássico paulista entre São Paulo e Corinthians, além do jogo do Maracanã de Flamengo e Santos.

InovaçãoA Federação do Rio apresentou no início da tarde desta sexta-feira a nova bola do Campeonato Carioca de 2021. Chamada de S11 Ecoknit, a bola é produzida pela Penalty, que volta a ser parceira da Federação, após cerca de 10 anos. De acordo com a fabricante, o material da bola é ecologicamente sustentável. O couro utilizado na produção foi criado a partir da reciclagem de garrafas plásticas pet. A bola também será utilizada em outros cantos do país, nos estaduais de SP, GO, PE, PA, RN, CE e AM.

Fatídico 5 x 1A equipe sergipana do  Confiança (foto abaixo) vinha tendo um rendimento regular na defesa nesta temporada, porém vacilou e sofreu cinco gols na derrota para o CSA na noite de terça-feira. Responsável pela maior derrota do Dragão na temporada, a equipe alagoana conseguiu um feito que vinha sendo raro ao golear o Dragão por 5 x 1. Também foi a primeira vez que a equipe sergipana foi vazada em mais de três oportunidades em um mesmo jogo com Daniel Paulista à frente do grupo.

CompromissoO Confiança não sofria mais de três gols em uma partida há 642 dias, quando perdeu por  4 x 0 para o Fortaleza, em março do ano passado, pela Copa do Nordeste. Betinho ainda era o técnico proletário. O Dragão continua com 39 pontos, porém caiu duas posições, estando agora na nona colocação. O Confiança vai receber o Juventude, neste sábado, às 19h, na Arena Batistão.

RevelaçãoQuando foi contratado pela Chapecoense, em fevereiro de 2020, Umberto Louzer era um técnico praticamente desconhecido, em busca de espaço no cenário nacional. Hoje, lidera a Série B do Campeonato Brasileiro, acumula recordes e pavimenta caminho para entrar na história do clube. Seu compromisso deste sábado será contra o CRB lá em Chapecó/SC.

Condições  da ChapeO acesso parece questão de rodadas para a Chapecoense. Diferentes sites de estatísticas apontam a chance de acesso de 99% para o Verdão do Oeste. Em jogo também está o título da Segundona. Campeã da Sul-Americana em 2016, a Chapecoense ainda não tem em sua galeria um troféu de competição nacional.

AzaradoO  Náutico que luta para não ser mais uma vez rebaixado para a Terceira Divisão, teve uma noticia desagradável esta semana. Isso porque o último reforço anunciando pelo clube  para o restante da Série B não jogará a competição. Trata-se do atacante Magno que sofreu uma ruptura do tendão de aquiles durante um treino pelo Timbu e terá de passar por cirurgia. A contusão aconteceu antes de sua estreia com a camisa alvirrubra, que seria contra o Brasil de Pelotas na última quarta, quando o Náutico venceu em casa por 1 x 0.

ComplicaçãoO Moto Club enfrenta uma de suas semanas mais tensas nesta Série D do Campeonato Brasileiro. Após mudança de técnico saiu Léo Goiano e entrou Marcinho Guerreiro; agora o problema é a Covid-19. Simplesmente o clube, tem sete atletas que testaram positivo para o novo coronavírus e não vão poder jogar domingo, contra o Fast-AM, as 18h, na Arena Amazônia, pela decisão por uma vaga para a terceira fase da competição.

ConciliaçãoO Corinthians fechou um acordo de conciliação com Giovanni Augusto, do Coritiba. O meia cobrava na Justiça do Trabalho uma dívida de R$ 924 mil referentes a parcelas de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e férias. Em audiência via teleconferência realizada na manhã de quinta-feira, os advogados do clube e do jogador acertaram o pagamento de R$ 315 mil ao atleta em três parcelas iguais de R$ 105 mil.

Cheirando rebaixamentoO Coritiba  acumula 21 rodadas – de um total de 24 – dentro da zona de rebaixamento do Brasileirão. E o time vai completar 22, já que, mesmo que vença o Sport, não consegue sair do Z-4. O Coxa é o 18°, com 21 pontos. O clube pernambucano é o primeiro acima da zona e tem 25. A partida, válida pela 25ª rodada, está marcada para 18h15 de domingo, na Ilha do Retiro. O Coritiba subiu para a Série A no ano passado.