Ex-professor da UFAL  lança livro: “Análise de Viabilidade Ambiental” apontando técnica como atuante na área  


O leitor alagoano, sobretudo o que gosta de apreciar as questões ligadas ao meio ambiente, terá a oportunidade agora de conhecer o livro: Análise de Viabilidade Ambiental. Trata-se de uma obra trabalhada tecnicamente pelo ex-professor universitário, o alagoano Carlos Alberto Marques dos Anjos, que segundo ele, teve início há cerca 18 anos, por meio de análise ambiental. Assegura  que ao longo desse tempo, verificou a presença de elevada subjetividade na análise ambiental desenvolvida por inúmeros estudiosos, pesquisadores e consultores.

O autor do livro que é natural de Olho D’Água das Flores/AL, é graduado em Geologia, profissão que exerce desde 1974. Após inúmeros trabalhos  realizados, tornou-se professor de Geologia Geral, na UFAL em 1986, onde seguiu atuando durante 26 anos. “Meu maior  credenciamento se deu quando me tornei especialista em Aproveitamento de Recursos Hídricos e posteriormente, quando fui titulado mestre em Engenharia Civil e, mais posteriormente, desenvolvi meu doutorado em Geociências e Meio Ambiente”, comenta orgulhosamente, pela paixão de ser o que é profissionalmente.

É de se saber também que Carlos Alberto Marques dos Anjos publicou vários trabalhos, notadamente na análise de estabilidade de encostas terrosas e na concepção de uma metodologia para análise de risco de encostas urbanas. Paralelamente realizou inúmeras atividades de análises de impactos ambientais.

Acompanhe alguns dados técnicos contidos no livro apontados pelo autor…

A obra:

Nos casos que conheci na esfera da ANÁLISE AMBIENTAL, os efeitos da SINERGIA dos impactos não têm sido considerados. Até entendo, pois a ausência de uma metodologia tem induzido os estudiosos a não observar essa obrigatoriedade. É uma dificuldade imposta. Dessa forma, a ausência de ferramentas adequadas tem induzido elementos de subjetividade eivados de equívocos.

Como funciona a análise:

A valoração dos impactos é a primeira fase do processo. A compreensão de que determinados impactos ambientais se manifestam em diferentes meios é outro elemento importante a ser considerado. Por fim, o procedimento de combinar matematicamente (por adição ou subtração) os impactos valorados permite a compreensão do processo de sinergia.

Em que consiste a sinergia:

Os impactos ambientais podem ser de natureza positiva ou de natureza negativa. Um algorítimo ponderado proposto na metodologia propõe diferentes pesos para cada qualificação de impacto. Tendo os impactos valorados por equipe multidisciplinar e  adotando-se a média dos valores anotado por cada membro, tem-se a eliminação de valores extremos. Com isto, nos aproximamos da repetibilidade de resultados (ausência de subjetividade). A operação de adição e/ou subtração desses impactos valorados conduzem ao processo de sinergia.

A Importância:

Com a metodologia proposta, o consultor ou grupo de consultores possibilita o empreendedor compreender o caminho crítico de sua atividade e corrigir os possíveis gargalos. Paralelamente permite ao órgão ambiental melhor decidir sobre a viabilidade da intervenção pretendida.