Projeto inovador vai transformar Coqueiro Seco no Centro Referência em Educação Ambiental


O cenário é perfeito. Paradisíaco e rentável. Estamos falando do povoado Cadoz, onde pescadores, marisqueiras e redeiras vivem do pescado extraído da Lagoa Mundaú. Ah!!! O Cadoz também é um polo gastronômico em expansão e cada vez mais visitado por alagoanos e turistas de outros estados, que vão a Coqueiro Seco
Representantes das secretarias do Meio Ambiente e da Educação estiveram reunidos nesta semana para avançar na parceria

Pois essa combinação perfeita pode ganhar o incremento de um moderno Centro Referência de Formação Ambiental. “O projeto nasce com a proposta de transformar a vida de centenas de pessoas, alguns sem ocupação, em agentes ambientais capacitados”, explica Redson Cavalcante, secretário municipal do Meio Ambiente e idealizador do projeto.

De maneira integrada o município já fisgou a parceria com a Secretaria Municipal de Educação e agora está buscando o apoio da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e do Governo do Estado. “É uma proposta que precisa de parceiros. A prefeita Decele está nos dando todas as condições e não abre mão da parceria com o Estado e a Universidade”, destaca Jeane Moura, secretária da Educação.

Pelo projeto o Centro de Formação terá estrutura para capacitar entre 80 e 100 alunos todos os anos. “A ideia é montar três projetos que sejam interligados. Além da capacitação na pesca na laguna Mundaú, os alunos formados estarão prontos para atuar nas ações da seletiva e projetos de sustentabilidade”, explica Redson Cavalcante.