Com a provável saída de Jorge Sampaoli, Atlético-MG tem Renato Gaúcho como plano A para 2021


Por Guilherme Frossard — Belo Horizonte – ge 


Jorge Sampaoli não deve permanecer no Atlético-MG para a temporada 2021, e o Galo mira Renato Gaúcho, atual comandante do Grêmio, para assumir a equipe. A informação foi publicada pela “Rádio da Massa” e confirmada pelo ge, que apurou detalhes do interesse atleticano no técnico gremista.

O contrato do treinador argentino com o clube mineiro vai até o fim de 2021, mas, neste momento, uma saída é quase certa. Ele tem proposta do Olympique de Marseille, da França, e deve aceitá-la após o Brasileirão. Galo e Sampaoli já tinham aberto conversas para renovar vínculo até o fim de 2022, mas a negociação foi interrompida pelo treinador nas últimas semanas.

Jorge Sampaoli deve trocar o Atlético-MG pelo Olympique de Marseille — Foto: Pedro Souza / Atlético-MG

Jorge Sampaoli deve trocar o Atlético-MG pelo Olympique de Marseille — Foto: Pedro Souza / Atlético-MG

A diretoria alvinegra, neste momento, vê com bons olhos a saída de Sampaoli para o futebol francês, o que renderia cerca de R$ 4 milhões ao Galo, valor de multa rescisória prevista em contrato. A avaliação interna do trabalho de Sampaoli é de que ele é positivo, mas caro.

Em suma, o Atlético gosta do que fez Jorge Sampaoli até aqui, mas entende que, considerando os custos elevadíssimos para o padrão brasileiro, o trabalho poderia ser melhor. É aí que surge o nome de Renato Gaúcho. Na avaliação interna, é um treinador com qualidade muito semelhante (e mais barato).

Renato Portaluppi em vitória do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renato Portaluppi em vitória do Grêmio — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O estilo de jogo de Renato também faz com que seu nome se fortaleça nos bastidores atleticanos. É um treinador que preza pelo ataque, o que encaixa com a ideologia de Sampaoli e facilita, no entendimento dos dirigentes do clube mineiro, uma transição – que precisa ser rápida, já que as temporadas 2020 e 2021 são coladas. Rodrigo Caetano (diretor de futebol do Galo) e Renato têm boa relação, o que pode ser um trunfo alvinegro nas conversas.

A diretoria do clube e o staff do técnico, segundo apuração do ge, ainda não tiveram conversas formais. Renato Gaúcho é o preferido, mas há outros nomes também que agradam o colegiado que administra o Galo, como Cuca, campeão da Libertadores no clube em 2013, e com saída praticamente selada do Santos.

Renato Gaúcho tem contrato até dia 28 de fevereiro no Grêmio, divide opiniões entre os torcedores e ainda não definiu seu futuro. Internamente, o clube gaúcho pensa em renovação, mas também há dirigentes insatisfeitos.

O Tricolor tem uma decisão importantíssima pela frente: nos dias 28/2 (último dia do atual vínculo de Renato) e 7/3, decide a Copa do Brasil 2020 contra o Palmeiras. A tendência é que, independentemente do que seja definido para a temporada 2021, Renato faça um aditivo contratual para comandar o time nas duas partidas da decisão.

Foto de capa: Lucas Uebel/Grêmio