Tabelas desatualizadas do Imposto de Renda deixam menos contribuintes isentos


A Receita Federal apresentará nesta quarta-feira (24/2), às 15 horas, em coletiva de imprensa, as regras, prazos e funcionalidades do Programa da Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física de 2021

O ajuste abaixo da inflação nos últimos anos da Tabela Progressiva de Imposto de Renda Pessoa vem fazendo com que cada vez menos brasileiros estejam isentos de realizar essa declaração e consequentemente recolher esse tributo.

Isso onera principalmente os bolsos de uma parcela da população que ganha menos e que antes não eram obrigadas a declarar o Imposto de Renda Pessoa Física e agora passam a ser.

Segundo análise do diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil, Richard Domingos, entre janeiro de 1996 e dezembro de 2020, a tabela progressiva do imposto de renda foi corrigida 111,5% (era R﹩900,00 o valor em janeiro de 1996 e passou para R﹩ 1.903,98 atualmente).

“No mesmo período a inflação medida pelo IPCA foi de 346,92% impactando em uma defasagem muito grande. Ou seja, se a tabela tivesse sido corrigida pelos índices oficiais da inflação, o limite de isenção atual de R﹩ 1.903,99 deveria ser de R﹩ 4.022,24, ou seja, mais que o dobro”, explica Richard Domingos.

Outro ponto relevante é que essa falta de atualização também impacta em outros valores relacionados, para se ter ideia, a dedução das despesas com instrução que atualmente é de R﹩ 3.561,50, se fosse atualizado de acordo com a inflação, seria de R﹩ 7.597,56. Já as despesas com dependentes, que atualmente é de R﹩ 2.275,08, se fosse corrigido conforme a inflação seria de R﹩ 4.826,68.

Novas regras do IR

A Receita Federal apresentará nesta quarta-feira (24/2), às 15 horas, em coletiva de imprensa, as regras, prazos e funcionalidades do Programa da Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física de 2021.

A coletiva será transmitida ao vivo pelo canal do Ministério da Economia no YouTube (https://www.youtube.com/mpstreaming), e os jornalistas poderão fazer as perguntas, via aplicativo de mensagens, no grupo “Coletivas”.