Franquias de Comunicação, Informática e Eletrônicos crescem mais de 58% em 2020 na Região Nordeste


A região é sinônimo de bons negócios atraindo marcas e empreendedores de todo o país

Engana-se quem pensa que, quando se fala em Nordeste, o assunto é apenas turismo. Ao contrário, a região é também sinônimo de bons negócios atraindo marcas e empreendedores de todo o país, sobretudo do franchising. Um levantamento divulgado recentemente pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) aponta que o segmento de Comunicação, Informática e Eletrônicos foi destaque em 2020, com crescimento de 58,8% em faturamento passando de R$ 864 milhões para R$ 1,372 bilhão e em número de unidades com uma variação de 19,7% com 1.147 pontos de venda.

Na região, em todo o Sistema de Franchising há um total de 24.215 unidades em operação. Deste total, o maior segmento é o de Saúde, Beleza e Bem-Estar, com 5.745 pontos de vendas com 23,7%. Seguido de Alimentação com 18,9 % e Serviços e Outros Negócios com 14,7% de participação em toda a região.

No quesito geração de empregos diretos, o destaque ficou com o setor de Limpeza e Conservação, passando de 3.012 para 3.542 empregos, incremento de 17,6%. Em seguida, vem Serviços e Outros Negócios, que subiu de 22.741 para 22.988 empregados, o que corresponde a um crescimento de 5,7 pontos percentuais.

“Não é de hoje que o Nordeste tem um papel preponderante na economia brasileira. Mesmo em tempos de incertezas, ainda vimos setores de franquias crescerem de forma muito expressiva. Além disso, é cada vez maior o número de empreendedores que buscam locais fora do eixo Rio-São Paulo para abrir um negócio próprio”, afirma o diretor da regional Nordeste da ABF, Candido Espinheira.

Sobre a ABF

A ABF – Associação Brasileira de Franchising é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1987, que representa oficialmente o sistema de franquias brasileiro. O setor registra um faturamento anual de aproximadamente R﹩ 160 bilhões, mais de 140 mil unidades e cerca de 2.800 marcas de franquias espalhadas por todo o Brasil. Além disso, o franchising brasileiro responde por 2,4% do PIB e emprega diretamente mais de 1,2 milhão de trabalhadores.
Atualmente com mais de 1.100 associados e cobrindo todo o território nacional por meio da seccional Rio de Janeiro e de regionais (Sul, Minas Gerais, Centro-Oeste, Nordeste e Interior de São Paulo), a entidade reúne franqueadores, franqueados, advogados, consultores e demais fornecedores e stakeholders do setor.
O propósito da ABF é fomentar o franchising brasileiro, nacional e internacionalmente, para que ele se mantenha próspero, sustentável, inovador, inclusivo e ético. A Associação dedica-se a aperfeiçoar o sistema de franquias brasileiro por meio da capacitação de pessoas em diversos cursos presenciais e on-line, do estímulo à inovação, da disseminação das melhores práticas, da representação junto às diversas instâncias públicas e divulgação dos resultados do setor.