Arthur Lira gera revolta ao defender abatimento de imposto a empresas que comprarem vacinas


Presidente da Câmara dos Deputados gera revolta em colegas ao apoiar projeto que permite abatimento de imposto para empresas privadas que comprarem vacinas

Um dos pontos mais polêmicos do texto é que ele prevê o abatimento no imposto de renda do valor gasto com os imunizantes. Além disso, o montante que poderá ser abatido no IR poderá ser mais alto, já que as empresas serão autorizadas a adquirir as doses por meio de importadoras.

“Estão trocando o PNI (Programa Nacional de Imunização), que é público e coordenado pelo Ministério da Saúde, pelo Plano Meu Pirão Primeiro”, criticou o deputado federal e ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT-SP).

O apoio de Lira é especialmente contraditório por causa da aprovação, há apenas algumas semanas, da lei que possibilita a compra de vacinas pela iniciativa privada desde que metade das doses seja doada ao SUS. A mudança veio logo após uma conversa com um grupo de empresários brasileiros.

Leia mais: Ministro da Saúde confirma possibilidade de permuta de vacinas com os EUA