Trade Turístico de Piranhas/AL publica NOTA de REPÚDIO contra energia da Equatorial, empresa apresenta justificativa

O Trade Turístico da cidade de Piranhas Alagoas, sertão do Estado, vem por meio desta manifestar seu repúdio em relação aos serviços prestados pela empresa Equatorial Alagoas no que tange a qualidade do fornecimento de energia no referido Município.

Anote-se, por oportuno, que são recorrentes a interrupções e/ou oscilação do fornecimento de energia, sobretudo no horário noturno, de modo que a população local e o trade se sentem constrangidos com tal situação.
Frise-se ainda, que a cidade de Piranhas é o terceiro destino turístico do Estado, tendo um alto fluxo turístico, e na quinta-feira (23), moradores e turistas tiveram o desprazer de vivenciar quase 7 horas de falta energia. É totalmente descabida uma situação desse nível em meio a uma retomada econômica onde todo o empresariado busca reaver suas perdas diante do cenário pandêmico.

Solicitamos também através da presente Nota, providências emergenciais em relacão a referida situação como também a atuação errática por parte da Equatorial Alagoas no Centro Histórico no que tange a medidores de energia.

  • Associação Comercial de Piranhas
  • Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Alagoas
  • Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas
  • Secretaria de Cultura e Turismo de Piranhas
  • Conselho Municipal de Turismo de Piranhas
    @equatorial.al
    @portalcadamin
    @sertaonahora
    @italotimoteo.com.br
    @sertao142
    @prontofaleialagoas
    @ascoppiranhas
    @conselhodeturismopiranhasal
    @secult.piranhas
    @abraselal
    @abih.al

Nota de esclarecimento: município de Piranhas ( Assessoria de Imprensa da Equatorial Alagoas)

Com relação à nota divulgada pelo Trade Turístico do município de Piranhas, a Equatorial Alagoas enfatiza que tem feito investimentos e executado ações permanentes para melhorar o fornecimento de energia e disponibilizar um atendimento de qualidade para todos os clientes.

Entre as ações já realizadas, para reforçar a rede elétrica existente, a distribuidora executou, nesse mês de setembro, uma grande manutenção preventiva, com podas de árvores, substituição de cabos e postes em diversas áreas do município, incluindo parte do Centro Histórico.

Com relação à interrupção do fornecimento de energia elétrica registrada na quinta-feira (23), a concessionária ressalta, que equipes técnicas foram acionadas imediatamente para atender o chamado e ao chegar no local, após uma inspeção na rede da distribuidora, foi constatado que a ocorrência se deu em razão de uma falha em um equipamento que fica localizado dentro da subestação da Energisa Sergipe, em Xingó, que atualmente abastece o município. A empresa está atuando junto à Energisa para evitar novas ocorrências.

A empresa informa que já iniciou estudos e projetos necessários para ter sua própria subestação, que será construída no município para oferecer ainda mais segurança, qualidade e confiabilidade no fornecimento de energia para clientes residenciais, comerciais e industriais da região.

Já sobre medidores, a empresa informa que notificou clientes que mantem os equipamentos dentro dos imóveis e concedeu prazo de 30 dias para que fosse feita a relocação para a parte externa. De acordo com a Aneel, os medidores de energia elétrica devem ser instalados fora das unidades consumidores, o que evita situações de risco como incêndios motivados por curto-circuito, além de garantir que a medição do consumo seja feita de maneira eficiente e não haja faturamento por estimativa, que ocorre quando, por qualquer motivo, não é possível o acesso do leiturista ao medidor. Em caso de impedimento de acesso ao medidor, o cliente fica sujeito a suspensão do fornecimento.

Por fim, a Equatorial ressalta que tem feito reuniões periódicas com o trade turístico de Piranhas, com representantes da Prefeitura e outras entidades de classe e tem repassado todos os posicionamentos sobre as ocorrências registradas, como também informado sobre as ações de melhoria e investimentos já realizados e os que estão em andamento ou programados para serem executados a curto, médio e longo prazo.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Alagoas

Comentários