Saúde mental é debatida em evento promovido pelo Ipaseal

O Ipaseal Saúde em parceria com a Sociedade Brasileira de Educação realizou na manhã de ontem (terça-feira) um ciclo de palestras e debates sobre saúde mental, no Maceió Mar Hotel. O evento teve como tema central: “Os impactos da pandemia na saúde mental, o adoecimento do corpo e a prevenção das doenças psicossomáticas.”

Segundo o diretor-presidente do Ipaseal Saúde, Adeilson Bezerra, a preocupação com a saúde mental dos servidores públicos, principalmente daqueles que lidam diariamente com o atendimento ao cidadão serviu como motivação para a realização do evento.

“Esse período prolongado de pandemia elevou o nível de estresse em todos nós. Cito como exemplo os profissionais e os pacientes do Programa de Assistência Domiciliar do Ipaseal”, explicou Adeilson. “Espero que a nossa iniciativa sirva como incentivo para outras secretarias, órgão e entidades, a exemplo da Polícia Militar de Alagoas, onde o trabalho desempenhado pelos militares causa um grande desgaste físico e psicológico. Por fim, agradecemos a participação de todos os convidados. Com certeza, o evento atingiu os seus objetivos. Foi um sucesso”, ressaltou.

A programação teve início com a palestra sobre “o adoecimento do pisco e somático, com manifestação de transtornos somatoformes”, ministrada pelo psiquiatra forense e psicanalista, Edmar Jacinto – Doutor e PhD em Ciências Psiquiátricas e Psiquiatria Forense, por Cambridge/Inglaterra. “Quero parabenizar o Ipaseal Saúde, o diretor-presidente, Adeilson Bezerra e a todos os que participaram ativamente deste importante evento. Foi um excelente encontro”, enfatizou Edmar.

A psicóloga da Secretaria de Estado da Saúde, Marina Xavier, lembrou da necessidade de discutir a saúde mental em todos os dias do ano. “Que a saúde mental seja debatida antes, durante e após o Janeiro Branco”, ressaltou. Para a participante e representante da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Cel. Valdenize, “falar sobre saúde mental e tudo que a envolve é uma forma de cuidar do outro e de nós mesmos”. “Agradeço pelo convite ao mesmo tempo em que parabenizo o Ipaseal pelo evento maravilhoso e produtivo”, frisou.

A programação contou ainda com a palestra da psicóloga Walquira Pinto, que falou sobre “o afeto na visão da psicanálise e sua psicossomatização”. O debate com conto de casos clínicos encerrou o evento conduzido pelo teólogo, psicanalista clínico e Mestre/Doutor em psicanálise, Edinazio Silva.

Comentários