Presidente da Pindorama se reúne com especialista da Embrapa para implementação da cultura de híbrido de tomate

Na manhã desta segunda-feira, 9, o presidente da Cooperativa Pindorama, Klécio Santos, recebeu, no escritório da empresa, em Maceió, a engenheira agrônoma e doutora em produção vegetal, Flávia Teixeira, da Embrapa. O encontro serviu para reforçar o compromisso de parceria entre as partes quanto à perspectiva de plantio do BRS Sena, um híbrido de tomate desenvolvido pela Embrapa para processamento industrial.

Esse híbrido da fruta foi plantado em Pindorama, em um teste inicial, e um novo e maior plantio será realizado assim que a fábrica de atomatados da cooperativa alagoana estiver concluída, com o objetivo de utilizar o BRS Sena na fabricação de molhos e catchup, inserindo outros itens no já vasto mix de produtos Pindorama.

Híbrido de tomate desenvolvido pela Embrapa para processamento industrial

A parceria entre a Cooperativa Pindorama e a Embrapa começou no início deste ano, quando foi instada essa primeira área de plantio com o híbrido de tomate BRS Sena.

A Pindorama arcou com os custos de produção, cultivou e está colhendo os tomates. A Embrapa cedeu as sementes e a assistência técnica, através da consutoria da doutora Flávia Andrade, na condução da área e recomendações para o cultivo.

Segundo a especialista, o BRS Sena é o primeiro híbrido de tomate para processamento desenvolvido no Brasil, e apresenta grande resistência a doenças e tolerância a elevadas temperaturas.

“Ele é resistente às principais doenças que acometem o tomateiro para processamento e mais tolerante às altas temperaturas, que são os grandes entraves para a produção no Nordeste”, afirmou a representante da Embrapa.
“Ele também tem sabor diferenciado, com um equilíbrio muito bom entre doçura e acidez, além de ter boa viscosidade e coloração. Essas características são muito importantes para a fabricação do molho de tomate”, complementou Flávia.

De acordo com a especialista, a previsão é de que a colheita do plantio-teste em Pindorama seja concluída no prazo de aproximadamente 20 dias.

Para o presidente da Cooperativa Pindorama, Klecio Santos, a parceria entre a empresa e a Embrapa tende a gerar mais oportunidades para os agricultores da região.

“A Embrapa tem um dos maiores nohall do Brasil no que diz respeito ao trato da terra e o desenvolvimento das mais diversificadas culturas. A tecnologia implementada pelo órgão tem feito com que o homem do campo vença as adversidades e alcance novas conquistas. É isso que nossos cooperados buscam, alcançar novos patamares e ampliar nosso leque de produção. Quanto mais produtos de qualidade no mercado, maior será a geração de emprego e renda, e o brasileiro terá uma alimentação mais segura, saudável e nutritiva”, disse Klécio Santos.

Durante a reunião, Flávia Andrade entregou, de forma simbólica, ao presidente Klécio Santos, pequenos cestos de tomates RBS Sena colhidos do plantio-teste de Pindorama, consolidando a parceria com a Embrapa.

A nova fábrica de atomatados de Pindorama está em construção em tem previsão de entrar em operação ainda em 2022.

Comentários